Encenação da Paixão de Cristo será nos dias 9, 12 e 14 de abril

A encenação da Paixão de Cristo em Jaguariúna terá adaptações e novidades que prometem agradar nesta edição 2017, segundo os organizadores. De acordo com a secretária municipal de Turismo e Cultura, Maria das Graças Hansen Albaran dos Santos, o evento acontecerá nos dias 9, 12 e 14 de abril, envolve cerca de 200 pessoas e uma das principais alterações será o local: do gramado do Centro Cultural Zi Cavalcanti passou para o pórtico de entrada da Matriz Nova de Santa Maria, no centro.

“Em relação às edições anteriores, hoje trabalhamos com uma realidade financeira que nos obriga a reduzir custos, por isso, optamos por escolher esse local, sem grandes cenários. Ali, a arquitetura e o espaço permitem que a encenação mantenha sua característica principal, que é o resgate de um episódio bíblico de enorme importância para os católicos e aqueles que têm fé, independentemente de sua crença religiosa”, explica Maria das Graças.

Por ser um evento tradicional e com grande apelo religioso, cultural e turístico, a encenação da Paixão de Cristo sempre atrai um grande público. Por isso, acredita a secretária de Turismo e Cultura, o novo local ajuda a preservar essas características com seu belo cenário natural e com os espaços no entorno, que são amplos e ajardinados, facilitando as movimentações do elenco.

O texto e o roteiro, sempre fiéis aos escritos bíblicos, também terão inovações em relação aos anos anteriores, contando ainda com algumas “licenças poéticas” introduzidas pelo autor, mas dentro dos propósitos da encenação teatral da maior história de todos os tempos: a Vida, Paixão e Morte de Jesus Cristo.

O elenco passou por alterações importantes e a produção investe na proposta de integração com as comunidades religiosas, tendo à frente o Pároco Milton Modesto, da Paróquia Santa Maria.

Já os atores são todos amadores, em sua maioria jovens membros das comunidades católicas de Jaguariúna, que se uniram para dar “novas caras” aos personagens e coadjuvantes desse fato histórico. Diferente do que ocorria antes, quando os ensaios começavam somente após o Carnaval, este ano a Setuc convocou os interessados com boa antecedência e abriu espaço para os preparativos, evitando os tradicionais ‘sufocos de última hora’.

Até o momento, conforme os responsáveis pela organização, foram realizadas cinco semanas de ensaios e a trilha sonora de vozes foi gravada no domingo passado, dia 12.

Vagas e datas

Conforme Maria das Graças, as pessoas que tenham interesse em participar ainda podem ser aproveitadas porque há vagas para papéis coadjuvantes, que embora não tenham falas no script da peça, podem ser integradas ao elenco principal e ajudar a compor o espetáculo. Os ensaios terão continuidade a partir da próxima semana, sempre às quartas e sextas-feiras, das 19h30 às 22h.

Aos domingos, os ensaios acontecem das 14h30 às 17h, no espaço externo da Matriz Nova de Santa Maria. Além disso, dois ensaios gerais estão agendados para os dias 7 e 8 de abril, no local da Encenação, a partir das 19h30.

Já as apresentações oficiais da Paixão de Cristo 2017 acontecerão em três datas, sempre às 20h: no dia 9 de abril (domingo de Ramos), no dia 12 de abril (Quarta-feira Santa), e no dia 14 de abril (Sexta-feira Santa).

Outra novidade é que na apresentação do dia 14 o espetáculo será interrompido logo após a “Descida da Cruz”, quando todos os espectadores serão convidados a participar da “Procissão do Senhor Morto”, que fará um breve contorno no espaço da Matriz.

Nesse dia, a retomada do espetáculo será com as cenas inerentes à Ressurreição de Jesus Cristo. Cerca de 200 pessoas, entre atores, figurantes e pessoal técnico estão envolvidos na produção do espetáculo, segundo a Setuc.

Reportagem: Aluízio Santana – Foto: Divulgação