CLIQUE PARA CONFERIR!

Alunos do CEJA têm palestra sobre Violência Familiar contra a Mulher e Lei Maria da Penha

CLIQUE PARA CONFERIR!

O ambiente escolar como um espaço que ultrapassa o aprendizado diário de ler e escrever para pessoas adultas que voltaram a estudar. Essa é a essência do “Projeto Vida”, implantado em 2017 pela direção do CEJA (Centro de Educação de Jovens e Adultos), que funciona na Escola Municipal Professora Yvone Poltronieri Santos, em Jaguariúna.

Na última segunda-feira (14/05), conforme a diretora do CEJA, Luciane Lourencette Nunes, cerca de 150 alunos participaram da palestra “Violência Familiar – Lei Maria da Penha”, que durou cerca de uma hora e meia, com Roberta de Azevedo Iribeu Acorsi, a GM Roberta, da Guarda Civil Municipal de Jaguariúna.

Experiente no assunto, a GM Roberta atua diretamente no atendimento de ocorrências que envolvam agressão contra mulheres em Jaguariúna por meio da “Patrulha Maria da Penha”, criada pela Prefeitura no ano passado.

“Ela abordou os diversos aspectos de violência praticada contra as mulheres no ambiente familiar, principalmente a física e a psicológica, que são as mais comuns, explicando a todos – homens e mulheres –, que isso é crime e quais são as formas de combatê-lo. Depois, tivemos uma roda de conversa, onde os alunos puderam perguntar e tirar as dúvidas sobre as diversas situações enfrentadas no dia a dia”, disse Luciane.

Parcerias

Conforme estudos divulgados por especialistas, os vários tipos de violência contra a mulher são, em geral, cometidos por pessoas de seu convívio ou bem próximas, como maridos, namorados, companheiros, colegas de trabalho e, em casos extremos, até mesmo filhos e outros parentes (irmãos, primos, etc). Muitas, inclusive, por vergonha ou medo de represálias, deixam de buscar seus direitos, o que é um erro, garantem psicólogos, pois a situação só tende a se agravar.

“Essas palestras são fruto das parcerias que fazemos, buscando ampliar os horizontes de nossos alunos aqui no CEJA, pois todos são adultos e buscamos proporcionar a eles, além do aprendizado escolar, um conceito melhor do que é, realmente, a cidadania plena”, completa Luciane Nunes. Segundo ela, os alunos aprovaram a iniciativa e são bastante participativos nos debates promovidos.

“Eles demonstram muito interesse em saber e se informar de assuntos que antes lhes eram desconhecidos”, destaca a diretora do CEJA. Segundo ela, a próxima palestra está agendada para o dia 29 de maio, com a psicóloga Sônia Maião, que abordará o tema “Empoderamento Humano”.

Reportagem: Aluízio Santana

Fotos: Divulgação/ CEJA Jaguariúna