“Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa” terá caminhada nesta quarta

“Caminhada de Conscientização” é promovida pelo Centro Dia do Idoso Osmar Carneiro; coordenação solicita que participantes vistam roupas brancas

A data oficial do “Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa” é 15 de junho, mas em Jaguariúna ela será lembrada nesta quarta-feira, 14 de junho, a partir das 10h, com uma “Caminhada de Conscientização” promovida pelo Centro Dia do Idoso Osmar Carneiro. A data foi instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa.

“Essa data é muito importante para todos os idosos que são usuários das atividades oferecidas aqui e por isso nós convidamos nossos parceiros e também os moradores de Jaguariúna para a Caminhada, que terá aproximadamente 40 minutos de duração”, explica a assistente social e coordenadora do Centro Dia do Idoso, Marielen Rossetti. O objetivo da data é criar uma consciência mundial, social e política da existência da violência contra a pessoa idosa e disseminar a ideia de não aceitar tal fato como normal.

Conforme Marielen, a caminhada se constitui em uma ação pontual e de impacto, que se soma ao conjunto de intervenções técnicas planejadas relacionadas à família e ao idoso, realizado continuadamente pelo Centro Dia do Idoso, CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), e CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) dos bairros Nassif e Cruzeiro do Sul. “Por isso, pedimos aos participantes da Caminhada que, se possível, venham com alguma peça de roupa branca”, complementa.

O Centro Dia do Idoso funciona na Praça Basaglia, 497, no Jardim Zeni, ao lado do Parque dos Lagos, e faz parte da estrutura da Secretaria de Assistência Social, coordenada pela secretária Andréa Dias Lizun. O órgão acolhe atualmente 16 idosos, que participam de atividades diárias de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h. Todas buscam promover o bem-estar físico e mental dos idosos e são ministradas por profissionais das Secretarias municipais de Juventude, Esportes e Lazer (SeJEL), de Turismo e Cultura (Setuc) e do Centro Universitário FAJ (UniFAJ).

Reportagem: Aluízio Santana – Foto: Ivair Oliveira