Entidades elogiam Jaguariúna por debater combate à exploração sexual de crianças e adolescentes

Debates têm apoio de entidades nacionais, internacionais e devem ser ampliados na RMC (Região Metropolitana de Campinas) e também junto à FNP (Frente Nacional de Prefeitos).

Jaguariúna recebeu elogios dos principais convidados pela realização do 1º Fórum de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, ocorrido nesta segunda-feira, 25 de junho, no campus I do Centro Universitário Jaguariúna (UniFAJ).

O evento, considerado um passo à frente na abordagem do problema que coloca o Brasil num ranking altamente negativo, teve um público formado por representantes de órgãos e entidades que atuam na proteção a crianças e adolescentes, como Conselhos Tutelares e CRAS (Centro de Referência em Assistência Social).

Conforme Luciana Temer, do Instituto Liberta, que mediou os debates, o Brasil é o segundo país do mundo com mais casos de exploração sexual de meninos e meninas. Isso se deve, segundo ela, à precoce sexualização dessas crianças, fato que, infelizmente, é incentivado pela própria sociedade.

“Mudar esse quadro vergonhoso exige comprometimento, sobretudo daqueles que têm algum poder de decisão, motivo pelo qual parabenizo o prefeito Gustavo Reis pela iniciativa de promover esse necessário debate”, pontuou Luciana.

O deputado estadual e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), Carlos Bezerra Junior (PSDB), também parabenizou o prefeito Gustavo Reis por assumir o debate de um tema delicado e do qual pouco se fala abertamente, uma vez que a sociedade trata a sexualidade como um tabu, o que é um equívoco, segundo ele.

“Esquecer é permitir, e lembrar é combater, então, em um país onde uma criança ou adolescente é abusada a cada 8 minutos, e onde parte da mídia prefere tratar os casos com sensacionalismo, o debate maduro e a busca de soluções merecem elogios e incentivos”, observou o deputado.

Ampliar os debates

Enquanto anfitrião do Fórum, o prefeito de Jaguariúna lembrou o ótimo trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social via CRAS, e as parcerias mantidas com o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) e do Conselho Tutelar.

“O tema é espinhoso, sabemos disso, e quando procurei a Luciana (Temer) foi para ter subsídios que nos permitam levar esse debate ao Conselho de Desenvolvimento da RMC (Região Metropolitana de Campinas) e à Frente Nacional de Prefeitos (FNP), pois em ambos atuo na vice-presidência. São instâncias propícias para que esse debate produza medidas efetivas de proteção às nossas crianças e adolescentes”, disse o prefeito.

A diretora de Desenvolvimento Sustentável na Prefeitura de Jaguariúna, Carolina Freire, responsável pela organização do evento juntamente com as secretarias municipais de Assistência Social e de Gabinete, destacou o Programa de Combate às Drogas e outras Violências, realizado com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Secretaria de Educação junto aos jovens e adolescentes de Jaguariúna.

Com o apoio do prefeito Gustavo Reis e da secretária de Assistência Social, Andréa Dias Lizun, Carolina assumiu o compromisso de encaminhar, juntamente com os demais órgãos que abraçam a causa, os debates necessários para a elaboração do futuro “Plano Municipal de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.

A secretária Andréa Lizun lembrou que, embora Jaguariúna tenha um trabalho integrado entre os diversos órgãos, todos atuantes em suas responsabilidades, foram registrados 13 casos de estupro envolvendo crianças e adolescentes somente em 2017. “O debate que promovemos aqui, hoje, acredito que nos permitirá comemorar em breve uma redução significativa nessa triste realidade ou, quem sabe, zerar esse tipo de ocorrência”.

 

PRESENÇAS REGISTRADAS

Câmara Municipal: vereadores Afonso Lopes da Silva (Silva/PPS) e Davi Hilário Neto (Davizinho/PTB);

Secretários municipais: Rita Bergamasco (vice-prefeita e secretária de Meio Ambiente), Andréa Dias Lizun (secretária de Assistência Social), Renato José de Almeida Chaves Filho (secretário de Segurança Pública), Cristina Pinto Catão Bonini Hosikawa (secretária de Educação), Valdir Oliveira (secretário de Desenvolvimento Econômico e Social) e Comandante Althman, da Guarda Civil Municipal (GCM) de Jaguariúna;

Autoridades e convidados: Flavio Debique (Plan International), Itamar Borges (Childhood Brasil), Maitê Gauto (Fundação Abrinq), Estela Beraquet (delegada da Polícia Federal do Núcleo de Combate à Pedofilia) e Cristina Cordeiro – Diretora Executiva do Instituto Liberta;

Reportagem: Aluízio Santana

Fotos: Ivair Oliveira