PROUNI MUNICIPAL 2018 - CLIQUE E SAIBA MAIS!

Estacionamento no entorno da Praça Mogi Mirim passa a ser proibido das 22h às 5h da manhã

Medida atende ao pedido dos moradores, que reclamam de barulho provocado por som em alto volume nos veículos e comportamento inadequado de muitos frequentadores do local.

Uma reunião do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) de Jaguariúna, realizada na última terça-feira, dia 5, no gabinete do prefeito Gustavo Reis, resultou na adoção de uma medida que moradores da Praça Mogi Mirim, no bairro Dom Bosco, aguardavam há um bom tempo: a proibição de veículos estacionarem e permanecerem no local com o som em alto volume, enquanto muitos de seus ocupantes promoviam algazarra e perturbavam o sossego público após as 22 horas.

Conforme relato de moradores que participaram da reunião, os principais problemas são o barulho e o comportamento inadequado de muitos frequentadores da praça, onde um quiosque desativado ajuda a tirar o sossego das famílias. “É carro com som no último volume e muita bagunça até altas horas”, relata uma moradora das imediações que prefere se manter no anonimato.

O prefeito Gustavo Reis ouviu os apelos dos moradores e determinou que providências fossem tomadas pelos órgãos públicos municipais, o que inclui a GM, o Detransp, o departamento de Fiscalização e até mesmo a Vigilância Sanitária, uma vez que o comércio ilegal de bebidas é outro problema a ser solucionado.

“Não é justo que famílias inteiras tenham seu sossego perturbado por pessoas que não seguem as regras básicas de convivência na sociedade”, disse o prefeito. Quanto ao quiosque, a prefeitura deve abrir um processo licitatório para que ele volte a funcionar dentro das regras contratuais.

Sinalização

De acordo com o diretor do Detransp (Departamento de Trânsito e Transportes), Josino José da Silva, a solicitação dos moradores foi acatada e as ruas no entorno da praça já receberam sinalização vertical (fotos abaixo), com placas de proibido estacionar no período das 22h às 5h (cinco da manhã) do dia seguinte.

Dessa forma, os responsáveis pela fiscalização do trânsito em Jaguariúna Polícia Militar (PM) e Guarda Civil Municipal (GCM) – podem multar e determinar o recolhimento de veículos dos infratores quando necessário, conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A reunião do Conseg no gabinete do prefeito contou com a participação do diretor de Segurança do Município, Renato José de Almeida Chaves Filho, do diretor da Guarda Civil Municipal, GCM Paulo Cesar Altheman, Inspetor GM Gonçalves, GM Araújo (Inspetor da Romu) e da Polícia Militar (Cabo PM Neto).

Também estiveram presentes o diretor do Detransp, Josino José da Silva, o presidente do Conseg Jaguariúna, Marcos César Terin Viotto (Tenente PM da reserva) e a presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) municipal, Maria do Carmo Santiago.

A Câmara Municipal esteve representada pelos vereadores Cássia Murer Montagner, Walter Tozzi, Ângelo Roberto Torres, José Muniz, Davi Hilário Neto, Inalda Lúcio de Barros Santana e Luiz Carlos de Campos.

Reportagem: Aluízio Santana

Fotos da reunião: Ivair Oliveira – Fotos das Placas: Divulgação/Detransp.