CLIQUE PARA CONFERIR!

Jaguariúna debate políticas públicas para crianças e adolescentes em Conferência Municipal

CLIQUE PARA CONFERIR!

A 3° Conferência Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Jaguariúna aconteceu na manhã desta sexta-feira, 23 de novembro, no auditório da FAJ I, reunindo o poder público municipal, jovens e a comunidade para o debate em torno de políticas públicas para este público.

O tema principal foi “Proteção integral, diversidade e enfrentamento das violências” com conscientização e discussão sobre os assuntos. O prefeito Gustavo Reis participou do encontro e destacou a importância dessa integração.

“Essa conferência representa muito para todos nós. Fico contente em ver a participação dos jovens, diante dessa oportunidade de se expressarem e serem ouvidos. Nosso compromisso é respeitar, garantir ações e políticas públicas às crianças e jovens, bem como a proteção de seus direitos.”

A expressiva atuação dos jovens durante a conferência chamou atenção da secretária municipal de Assistência Social, Andrea Lizun, que comemorou o sucesso do evento.

“Os jovens apresentarem propostas muito pertinentes, muito de acordo com a realidade, o que nos deixa felizes e até surpresos diante da grande participação e interesse dessa juventude. Foi um verdadeiro show”.

Umas das jovens que aproveitou esse momento foi Caroline Baião. Ela dividiu a sensação positiva de poder se expressar e ser ouvida.

“Foi muito importante para mim poder me expressar, mostrar o que a gente sente e o que a gente precisa. Vi que estão interessados e se importam com o que pensamos, nossos pontos de vista e as nossas ideias.”

Após esse encontro, o debate em torno dos Direitos das Crianças e Adolescente será expandido para a conferência regional. Os encontros são importantes para formulação e aplicação de políticas públicas para o público infantil e a juventude. A presidente do Conselho, Patrícia Magalhães, se mostrou otimista com o saldo da conferência.

“Conseguimos trabalhar os cinco eixos que abrangem todos os direitos das crianças e adolescentes, sendo que nossa missão é assegurar isso na nossa cidade. Ir para a conferência regional também é bastante positivo, para conquistarmos mais ações e conseguirmos aplicar políticas públicas eficientes, além das que já são desenvolvidas pelo município.”

 

Reportagem: Gláucia Franchini

Foto: Ivair Oliveira