Jogo das Estrelas, em Jaguariúna, terá presença do craque Falcão, astro do futsal

Ingressos já podem ser adquiridos em três pontos de venda na cidade (confira) e moradores de Jaguariúna pagam meia-entrada mediante apresentação do Cartão Cidadão.

Falcão, o maior e mais habilidoso jogador de futebol de salão do Brasil, estará em Jaguariúna dia 5 de junho (terça-feira), participando do “Jogo das Estrelas”. O evento é organizado pela empresa SEAP Esportes e tem o apoio da Prefeitura de Jaguariúna. A partida será disputada a partir das 19h, no ginásio municipal de esportes Caio Pompeu de Toledo, mais conhecido como Azulão.

De acordo com a Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer (SeJEL) da Prefeitura, que dará suporte ao evento, os portões serão abertos às 18h e os ingressos, custam R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia-entrada). Quem mora em Jaguariúna paga meia-entrada mediante apresentação do Cartão Cidadão.

Além da presença de Falcão, estão confirmadas também a participação de ex-jogadores de futebol profissional como Amaral, Djalminha, Denilson e Biro-Biro, entre outros. De acordo com a programação, antes do jogo Falcão vai interagir com o público e convidará pessoas a participarem com ele de algumas brincadeiras em quadra. Confira os locais de venda dos ingressos e um pouco da história do craque, além de detalhes de sua vitoriosa carreira.

Onde comprar ingressos

– Loja “O Bortolettão” Jaguariúna – Rua Cândido Bueno, 545 – Jardim Botânico – Fone (19) 3867-3014;

– Restaurante Botequim da Estação – Avenida Marginal, 600 – Centro (anexo ao Centro Cultural Zi Cavalcanti e em frente ao Terminal Rodoviário) – Fone: (19) 3867-1411;

– Select – Loja de conveniência do Posto Shell em Jaguariúna – Rua Maria Ângela, 747 – Fone (19) 99651-7988;

Quem é Falcão

Quase ninguém associa o nome de batismo Alessandro Rosa Vieira ao badalado craque Falcão, maior estrela do futsal brasileiro, onde atua como ala. Ele herdou o apelido de seu pai, João Eli Vieira, famoso nos campos de futebol de várzea da Zona Norte de São Paulo pela semelhança física com o ex-jogador de futebol de campo Paulo Roberto Falcão (o Rei de Roma), que jogou no Internacional de Porto Alegre (RS) e na Seleção Brasileira.

No futsal, Falcão conquistou todos os títulos oficiais por onde passou, desde Estaduais, Libertadores, Nacionais e também o Mundial de Clubes, conquistado jogando pelo Magnus Futsal/Sorocaba, em 2016.

A partir de 1998, aos 22 anos e sendo apontado como um prodígio, Falcão começou a se firmar na Seleção Brasileira de Futsal como um dos futuros protagonistas da próxima geração, ao lado de Lenísio, Simi, Schumacher, entre outros.

No ano 2000 teve sua primeira participação em Copas do Mundo, na Guatemala, quando a Seleção Brasileira levou o vice-campeonato da competição. Em 2004, em sua segunda Copa do Mundo, o craque da camisa 12 foi eleito pela FIFA o Melhor Jogador de Futsal do Mundo. Na ocasião, o Brasil conquistou medalha de bronze.

Carreira de sucesso

Em 2008, em sua terceira participação, repetiu o feito e foi eleito novamente o Melhor Jogador de Futsal do Mundo, com ma Seleção Brasileira conquistando o título de campeã em cima da rival Espanha. Em 2007 Falcão foi a estrela principal estrela na conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, disputado no Rio de Janeiro, que teve pela primeira vez a participação do futsal.

Em novembro de 2012, já em sua quarta participação em Copas do Mundo, dessa vez na Tailândia, Falcão viveu um drama com lesões e paralisia facial durante o campeonato, teve participação de 37 minutos ao todo da competição, fez 4 gols, cada gol com uma história: o 1º foi contra o Panamá pelas oitavas de final, foi o gol de número 337 pela Seleção Brasileira, o que tornou Falcão o “Maior Artilheiro de todas as Seleções Brasileiras”, incluindo as de campo, areia e futsal.

O segundo e o terceiro foram contra a Argentina, quando o Brasil perdia de 2 a 1 pelas quartas de final. Falcão empatou a partida e garantiu a vitória brasileira. O quarto gol foi o mais decisivo, pois o Brasil perdia para a Espanha por 2 a 1 e faltavam apenas 3 minutos para acabar o jogo. Falcão faz o gol do empate e a partida teve que ser decidida na prorrogação, cabendo a Neto decidir o jogo e dar a vitória ao Brasil, que venceu a Espanha por 3 a 2.

Fonte: site oficial – http://www.falcao12.com/carreira/

 

Reportagem: Aluízio Santana

Fotos: Divulgação/internet (a principal e as duas primeiras desta galeria). A terceira foto da galeria é de autoria de Luciano Bergamaschi, da Federação Brasileira de Futebol de Salão (FBFS).