Polícia Municipal registra quase 7 atendimentos diários ao longo de 2019

Atuando no patrulhamento preventivo e no apoio às Polícias Civil (PC) e Militar (PM), corporação mantida pela Prefeitura possui o maior efetivo entre as Forças de Segurança e se faz presente na maioria das ocorrências.

Um balanço divulgado esta semana pelo comando da Polícia Municipal de Jaguariúna (ex-Guarda Municipal) revela que de janeiro a dezembro de 2019, nos 365 dias corridos a corporação foi mobilizada quase sete vezes por dia (6,77 em números exatos) e atendeu 2474 ocorrências na cidade.

Em comparação com o Destacamento da Polícia Militar (PM) e o da Polícia Civil (PC) de Jaguariúna, a ex-Guarda Municipal possui o maior efetivo dentre as forças policiais. Na prática, o policiamento preventivo da corporação é realizado em conjunto com os policiais mantidos pelo governo estadual (PM e PC) e ganha importância porque ajuda a manter baixos os índices de criminalidade.

“Estamos em movimento constante e aptos a atender tanto ocorrências de natureza simples, como normalmente ocorre, como as mais complicadas. Cumprimos nosso dever no atendimento à população e também no apoio aos nossos irmãos das forças de segurança”, explica o comandante da Polícia Municipal de Jaguariúna, Paulo César Altheman. Ele destaca que a integração das polícias em Jaguariúna é um fato e traz resultados concretos. “Trata-se de uma filosofia de trabalho mesmo”, garante.

Conforme o relatório apresentado pelo COI (Centro de Operações de Inteligência), os destaques nas ações em que a Polícia Municipal esteve envolvida somam 1091 ações preventivas, 412 em apoio às autoridades (incluindo a Polícia Militar e a Polícia Civil), 221 cumprimentos de determinação judicial, 112 casos de desordem pública e 98 acidentes de trânsito sem vítimas fatais.

De acordo com o Subcomandante Gonçalves, o balanço feito pela corporação mostra que o período em que a Polícia Municipal foi mais acionada no ano passado é o noturno, com destaque para o horário entre 18h e meia-noite.

“Tivemos 775 ocorrências nesse período e outras 652 entre 6 horas da manhã e o meio-dia. Nesse contexto, efetuamos a prisão de 23 pessoas que tinham mandado de prisão expedido pelo Judiciário. No tocante às regiões da cidade tivemos o registro de 409 ocorrências na área central, 221 no Jardim Dom Bosco, 128 no (João Aldo) Nassif e 122 no Cruzeiro do Sul”, explica o policial.

Em seguida, aparecem na lista daqueles com mais ocorrência os seguintes bairros; Jardim Planalto (113), Parque Florianópolis (104), Nova Jaguariúna (70), Guedes (60), Roseira de Baixo (59), Jardins Berlim e Europa (58 ocorrências cada um), Roseira de Cima e Vila Guilherme (56 cada), Santa Cruz (49) e Vila São Francisco (48).

Novo uniforme

Quem vê a Polícia Municipal de Jaguariúna circulando pelas ruas da cidade em patrulhamento preventivo e de apoio à Polícia Militar e Polícia Civil, vai notar uma ligeira mudança no uniforme utilizado pela corporação. Além de novo, ele traz um detalhe nas mangas da farda que segue o padrão internacional.

Conforme o comando da Polícia Municipal de Jaguariúna, o novo uniforma segue a recomendação da ONU (Organização das Nações Unidas) para uniformizar a vestimenta das forças de segurança: o quadriculado, já utilizado nos alguns uniformes da polícia em países europeus, principalmente a polícia inglesa.

Reportagem: Aluízio Santana

Fotos: Ivair Oliveira/PMJ