Prefeitura de Jaguariúna realiza Doação de Mudas para incentivar arborização e comemorar o Dia Mundial da Árvore

A partir de segunda-feira, dia 17 de setembro, a prefeitura de Jaguariúna realiza o mutirão de Doação de Mudas com objetivo de incentivar a arborização urbana na cidade. A ação acontece até a sexta-feira, dia 21, que é a data em que se comemora o Dia Mundial da Árvore.
Com isso, toda a população que desejar receber uma muda gratuitamente para o plantio em áreas urbanas, poderá ir até a Casa da Agricultura que fica na rua José Alves Guedes, 575, no centro. O atendimento será feito das 8h às 16h30, inclusive com profissionais para orientar qual a melhor espécie de acordo com o lugar a ser plantada.
Essa iniciativa contempla o eixo “Arborização Urbana” do Programa Jaguariúna Verde da Secretaria Municipal de Meio Ambiente que mantém um viveiro de mudas na cidade.

SOBRE O VIVEIRO
O Viveiro Municipal de Mudas Nativas fica dentro do complexo ambiental do Centro de Educação Municipal Ambiental, sendo que ao longo de todo o ano acontece a doção de mudas nesse espaço. Ele ocupa uma área de 5 mil metros quadrados e produz aproximadamente 60 mil mudas por ano. “O objetivo principal suprir a demanda de mudas para arborização urbana e para plantios em Áreas de Preservação Permanentes (APPs) no município”, explica Aline Granghelli Catão, diretora do Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente.
Na prática, essas mudas são utilizadas nos projetos municipais de restauração florestal e também para doação à população, visando atender o plantio em calçadas e demais áreas urbanas.
A secretária de Meio Ambiente, Rita Bergamasco, finaliza destacando a importância da arborização. “Ela traz inúmeros benefícios para a qualidade de vida da população, pois ajuda a reduzir a poluição, inclusive sonora e visual. Também serve para aumentar a umidade do ar, diminuir o impacto das águas das chuvas e aumentar a permeabilidade no solo. Propiciam o sombreamento para pedestres e veículos, geram bem-estar, além de servirem como fonte de abrigo e de alimento para insetos, aves e outros organismos, o que é muito importante para termos um ambiente urbano saudável”.

 

Reportagem: Gláucia Franchini

Fotos: Ivair Oliveira